Testeira
  coluna-luigi-moretto   / Madeixas saudáveis

Entenda qual tipo de cabelo é o seu e como cuidar dele da melhor maneira

Na coluna desta semana, o hair stylist Luigi Moretto mostra quais cuidados ESPECÍFICOS seus fios precisam

Luigi Moretto Publicado quinta 15 julho, 2021

Na coluna desta semana, o hair stylist Luigi Moretto mostra quais cuidados ESPECÍFICOS seus fios precisam
Luigi Moretto ensina como cuidar dos seus fios da melhor forma - Freepik

Diga-me qual é o tipo dos seus fios, que te direi como cuidar deles 

Fios diferentes exigem cuidados diferentes. Por isso, veja esta classificação e confira qual o seu tipo de cabelo para cuidar bem dele e usar os produtos mais indicados. 

Secos 

Se o seu cabelo tem pouco brilho e é quebradiço, ele pode ser considerado um cabelo seco. São aqueles fios que não são sedosos, possuem pouca produção de gordura pelas glândulas sebáceas do couro cabeludo, e por isso não o lubrificam até as pontas e necessitam sempre de uma boa hidratação.

+++ Já ouviu falar no Smoky Hair? Cabelo esfumado é a grande nova tendência de beleza e praticidade

Esse tipo de cabelo pode ser assim por uma característica natural, como pode ser uma condição adquirida devido à exposição à poluição, ao uso inadequado de produtos capilares, entre outras causas.  

Os fios secos são mais vulneráveis aos agentes externos, como poluição, vento, sol e processos químicos, como as tinturas e os permanentes. 

Para cuidar deles é importante utilizar diariamente um protetor térmico para blindá-los da ação de agentes agressores como sol, vento, calor, etc.  

Os produtos de uso diário, devem ser as versões "sem sal", além de uma rotina intensa de hidratação e evitar dormir com os fios molhados e preferir pentes de dentes largos ou escovas quadradas com hastes bem macias. 

+++ Longo dos sonhos! Aprenda como turbinar o crescimento dos cabelos em apenas 5 passos​

Oleosos 

Ao contrário dos cabelos secos, aqui há uma produção excessiva de gordura pelas glândulas sebáceas do couro cabeludo, por isso ficam com aspecto sujo muito rapidamente. As donas dessa cabeleira devem evitar passar a mão nos cabelos com frequência e devem se cuidar para utilizar água muito quente durante a lavagem, que pode potencializar ainda mais essa oleosidade. 

Esses fios podem também ser uma característica natural, ou adquirida devido à pouca regularidade na higiene, ao uso inadequado de produtos capilares, exposição a ambientes muito úmidos ou com alto teor de vapores de gordura, entre outras causas.  

Para cuidar deles é preciso atenção à utilização de condicionadores. Evitar sempre o uso no couro cabeludo e aplicar sempre diretamente nas mãos e passado do comprimento até as pontas dos fios, sempre enxaguando bem para não deixar nenhum resíduo. Dispense a utilização de produtos do tipo 2 em 1 (xampu + condicionador), e principalmente cremes sem enxágue, ceras, pomadas, cremes para pentear, silicones e óleos em excesso.

+++ Fios danificados? Hair stylist aponta 8 regras básicas para manter os cabelos com química saudáveis

Mistos 

Apresentam características de cabelos oleosos e secos, ou seja, o couro cabeludo é oleoso e as pontas são ressecadas e, às vezes, duplas. É o tipo de cabelo mais comum e também o mais difícil de tratar.

A dica básica para esses cabelos é cuidar muito bem das pontas investindo em finalizadores como os leave-ins, produtos que protejam os fios de altas temperaturas e também dos raios UV. Óleos reparadores também são muito úteis, além deixar de lado a água quente na hora de lavar e aparar as pontas a cada três meses no mínimo e mantenha os tratamentos essenciais sempre em dia. 


Luigi Moretto, colunista da Manequim, é hair stylist especialista em colorimetria desde 2009 e escolheu essa profissão puramente por PAIXÃO.

Teremos novos conteúdos sobre tendências no mundo da beleza toda quinta-feira aqui na coluna do profissional!

"Costumo dizer que não fui eu quem escolheu ser um hair stylist, foi a profissão que me adotou pelo meu amor ao que faço. Enfermeiro de formação desde 2005, a minha paixão pelos cuidados com a saúde e com a beleza se misturaram com a minha vocação e me fizeram trocar os hospitais para tratar de saúde no meu salão, na Rua da Consolação, em SP, no ano de 2009.

De lá pra cá foram incontáveis cursos, especializações e workshops com profissionais nacionais e internacionais sempre mantendo o meu foco principal em colorimetria, cortes e criação de tendências. 

Quero usar de tudo o que já sei e o que ainda vou aprender para compartilhar com vocês semanalmente por aqui. Divida comigo as suas dúvidas, vamos falar sobre tendências, sobre auto cuidado, sobre auto estima e, sobretudo: vamos nos cuidar. Saúde e beleza, para todos nós!

Sejam muito bem-vindos".

Último acesso: 26 Nov 2021 - 23:20:22 (1044751).