faca-voce-mesmo   / FAÇA E USE por Diana Demarchi

Do P ao GG: aprenda a costurar uma blusa que veste do 40 ao 48 com facilidade; passo a passo

Acredite: esta blusa veste do tamanho 40 ao 48 fácil! Basta aumentar ou diminuir um pouco as medidas, proporcionalmente, na hora do corte e... voilà, você ganha um modelo estiloso para várias ocasiões

ANDRÉA SOARES para a Revista Manequim 735 Publicado quarta 17 fevereiro, 2021

Acredite: esta blusa veste do tamanho 40 ao 48 fácil! Basta aumentar ou diminuir um pouco as medidas, proporcionalmente, na hora do corte e... voilà, você ganha um modelo estiloso para várias ocasiões
Diana Demarch ensina como costurar uma blusa que pode ser, facilmente, modelada para diversos tamanhos diferentes - FOTOS DIANA DEMARCHI - Revista Manequim 735

Que tal aprender a costurar uma blusa que pode servir desde os menores manequins até os maiores com poucos ajustes? Essa é a ideia da colunista da Revista Manequim, Diana Dermach.

O que a especialista em costura nos contou foi que o tamanho pode ser ajustado do 40 ao 48 apenas aumentando ou diminuindo as medidas, proporcionalmente, na hora do corte.

Vem ver:

COMO FAZER

Materiais

- 1 metro de um tecido bem fluido, como a musseline
- Tesoura
- Linha
- Um esquadro grande (como o que vem no kit de réguas de modelagem Mundial, ref. 8014)
- Alfinetes

A vantagem de escolher um tecido como a musseline é que, além de ele proporcionar um caimento lindo à peça, ainda não amassa. Mais prático impossível! Outra dica é sobre o corte: essa blusa pode ser cortada no sentido contrário do fio do tecido, já que o comprimento vira largura e vice-versa no momento da costura. Como o “molde” é um grande retângulo, não haverá problema com o caimento após as lavagens. Agora, mãos à obra...

1. Corte o pano ao meio, no sentido do fio. Você terá duas partes com 1 metro decomprimento e cerca de 70 cm de largura. Faça mais um corte diminuindo essa largura para 60 cm. O objetivo é ter dois retângulos de tecido com cerca de 1 m x 60 cm.

REVISTA MANEQUIM 735 - FAÇA E USE por Diana Demarch

2. Com a ajuda do esquadro, confira todos os cantos. É normal, na hora do corte, deixarmos esses cantos um pouco tortos, mas, para essa peça fi car incrível, o ideal é que eles estejam bem esquadrados.

REVISTA MANEQUIM 735 - FAÇA E USE por Diana Demarch

3. O próximo passo é fazer uma bainha em todos os lados dos dois retângulos. Você pode escolher entre uma bainha tipo lenço ou até uma bainha simples dobrada duas vezes, desde que seja pequena. Observe na foto o quanto a ajuda de alfinetes é  essencial, principalmente em tecidos que não aceitam o calor do ferro de passar.

REVISTA MANEQUIM 735 - FAÇA E USE por Diana Demarch

4. Veja com atenção essa figura, ela será o guia para toda a costura. Depois de fazer a bainha em todos os cantos do tecido,
coloque um sobre o outro, direito com direito. A primeira costura vai formar as laterais da blusa: cada uma deve ter 33 cm de altura e estar 18 cm distante das bordas. Essa distância será responsável pelo movimento bonito da peça. A parte que ficar no meio envolverá o quadril. A próxima costura é na parte de cima da blusa, o que nos dará o decote e os ombros vazados. Observe, na figura, as marcações. Dobre sua peça para encontrar o meio, a distância entre as costuras que formarão o decote é de 30 cm – faça as costuras à máquina ou à mão. Deixe 20 cm a partir dessas costuras e una os outros pontos que serão responsáveis por deixar o aspecto de ombro vazado.

REVISTA MANEQUIM 735 - FAÇA E USE por Diana Demarch

5. Nesta foto, você vê o resultado das costuras das marcações da figura 4. Não tem erro!

REVISTA MANEQUIM 735 - FAÇA E USE por Diana Demarch


Conheça um pouco mais sobre a Diana Demarchi:

 

TEXTO ANDRÉA SOARES
FOTOS DIANA DEMARCHI

REVISTA MANEQUIM 735

Último acesso: 25 Jan 2022 - 13:33:38 (1043935).