moda   / Tendências

Quais as tendências de moda que prometem fazer sucesso após a pandemia? Modelo conta dicas valiosas

Segundo a modelo Yasmin Mendler, tons neutros e terrosos, comfy looks e ainda produções mais exuberantes vão estar presentes no guarda-roupa das fashionistas no pós-pandemia

MANEQUIM Publicado quarta 16 junho, 2021

Segundo a modelo Yasmin Mendler, tons neutros e terrosos, comfy looks e ainda produções mais exuberantes vão estar presentes no guarda-roupa das fashionistas no pós-pandemia
Quais as tendências de moda que prometem fazer sucesso após a pandemia? Modelo conta dicas valiosas - Pinterest

As tendências de moda que surgiram durante a pandemia do coronavírus provaram que a indústria fashion é diretamente influenciada pelo comportamento humano, e, de forma mais abrangente, pelas mudanças sociais. Foi a partir da quarentena e do isolamento social que os looks confortáveis, por exemplo, passaram a fazer sentido – já que todos passaram a ficar mais tempo confinados em casa. Quem não adotou um moletom quentinho para o home office?

+VEJA: É tempo de estampas! Folhagens tropicais e outras padronagens são a aposta para mulheres máxi; confira os looks!
 
Atualmente, com as campanhas de vacinação avançando em todo o Brasil, os especialistas já começam a prever o que fará sucesso na pós-pandemia. A modelo e influencer Yasmin Mendler lista o que pode tomar conta do guarda-roupa das fashionistas nos próximos meses.
 

+VEJA: Como usar COTURNO e quais os modelos TENDÊNCIA em 2021


“Os comfy looks foram o maior sucesso durante a pandemia e esse estilo veio mesmo para ficar. A loungewear, que é traduzida como ‘roupas para ficar em casa’, é contra a ideia de ficar desarrumada nesse contexto. Por isso, você pode até ver pijamas na tendência, mas eles ganham tecidos luxuosos e modelagens moderninhas que também funcionam em looks para a rua”, garante.

 

 


 
Mas é preciso ressaltar que a moda comfy não se resume ao moletom e pijama. Com um retorno gradual à rotina, o visual confortável também estará presente no look de escritório. 
 
“Podemos observar isso na alfaiataria, cada vez mais oversized e desestruturada, mesmo com o uso do terninho. Os sapatos e acessórios é que darão o toque mais sofisticado às produções. De modo geral, o consumidor vai pensar em escolhas mais certeiras dentro da pegada wellness, de bem-estar.”, aponta.

 

 
Além do conforto continuar como prioridade na hora de se vestir, a vontade de se conectar com a natureza também será representada nas roupas. “O viés sustentável ganha força, assim como o aluguel de roupas e a compra de peças de segunda mão com os famosos brechós. Os tons terrosos e neutros também prometem vir com tudo após a pandemia”, afirma a modelo.
 

As tonalidades que farão parte das novas coleções terão a proposta de marcar essa conexão com o natural e promover a calma. “Vai ter muito caramelo, bege, cru, verde, laranja e diferentes tonalidades de amarelo. São cores fáceis de combinar e que trazem harmonia ao visual sem muito esforço”, aponta. 

VEJA: Giovanna Antonelli aposta em duas camisas para criar uma blusa super moderninha

 

Outra trend que terá seu espaço é a valorização do humano –  uma vez que tivemos que adotar o distanciamento social para evitar a contaminação do vírus. “É uma estética com um quê de artesanal nas peças. Seja um detalhe, uma intervenção artística, algo que conte uma história em cada item.”

 
Ao mesmo tempo, quando a pandemia chegar ao fim, vai existir um segmento da moda que será voltado ao êxtase dessa fase mais otimista. “As cores vibrantes devem vir com todo o destaque, assim como os materiais metalizados, mais exuberantes e não tão práticos”, avalia. A própria história da moda comprova que esse fenômeno já ocorreu outras vezes.


“Após a Primeira Guerra, no século XX, peças inspiradas no universo masculino ganharam espaço. Depois da Segunda Guerra, foi a vez do New Look de Christian Dior, apostando em feminilidade e silhueta marcada com toda a elegância e sensualidade”, completa.

Último acesso: 26 Jul 2021 - 01:27:18 (1044559).