beleza   / Procedimentos estéticos

Harmonização facial foi banalizada? Médico alerta para exageros, explica procedimento e revela tendência de desarmonização facial

O médico Danilo Bravo é expert no procedimento e afirma que resultado satisfatório depende do senso estético do profissional.

Manequim Publicado sexta 19 março, 2021

O médico Danilo Bravo é expert no procedimento e afirma que resultado satisfatório depende do senso estético do profissional.
Profissional explicou como o procedimento de harmonização facial é feito - Freepik

A harmonização facial é o procedimento estético do momento. Ter o rosto jovem e simétrico tem sido o sonho de muitas mulheres e homens que procuram as clínicas de estética para entrar na nova onda. Os famosos também são fãs da técnica. Somente neste mês, Monique Evans, Gretchen e Gleice Damasceno, campeã do BBB 18, publicaram os seus “antes e depois” nas redes sociais. 

Por ter se tornado tão comum, há quem defenda que a harmonização foi banalizada. Por conta dos exageros cometidos durante o procedimento, hoje existe até o termo “desarmonização facial”, que indica o inverso: pessoas que se arrependem das mudanças estéticas e querem retomar as características originais do rosto. 

+ VEJA TAMBÉM: Aos 64 anos, Monique Evans exibe resultado de sua harmonização facial; confira o antes e depois

O médico Danilo Bravo, que atende pacientes em São Paulo, Umuarama e Maringá, no Paraná, alerta para os limites da harmonização e indica os fatores que contribuem para um resultado nada natural: “Está cada vez mais comum vermos por aí resultados grosseiros e nem um pouco estéticos, sejam em famosos ou pessoas comuns que realizam a harmonização facial. Percebo que isso acontece porque nem todos os profissionais da área têm um olhar treinado e artístico ao fazer o procedimento”. 

A técnica é sim muito importante, porém apenas técnica não resulta em um rosto natural e, sim, padronizado. Nos dias de hoje, a busca pela beleza nos traz esse dilema, mas é essencial respeitarmos a individualidade de cada um, para que o resultado seja harmônico e o paciente não perca sua identidade. O profissional de qualidade utiliza os melhores materiais e visa sempre trazer a naturalidade em seus trabalhos”, continua. 

Ele defende que a função do médico é promover melhorias e não uma transformação completa da face. “Busco realçar a beleza já existente, sem alterar a fisionomia que torna cada rosto único”, destaca. 

+ VEJA TAMBÉM: Febre entre os famosos, entenda tudo sobre o processo de harmonização facial

Como a harmonização facial é feita 

Visando esculpir e rejuvenescer a face, a harmonização é feita a partir de alguns procedimentos específicos. 

“O mais conhecido é o preenchimento com ácido hialurônico. Também utilizamos a toxina botulínica para suavizar rugas, além de um arsenal de tecnologias e bioestimuladores para rejuvenescer a pele, para garantir um efeito lifting e potencializar os resultados”, afirma o especialista. 

O doutor acredita que qualquer pessoa pode fazer a harmonização, desde que queira melhorar ou destacar alguma característica do rosto e passe por uma avaliação médica que descarte qualquer contraindicação.

“Os efeitos duram em torno de nove a doze meses. Depende muito do organismo do paciente, do produto utilizado e do estilo de vida da pessoa que foi submetida ao tratamento. Contudo, alguns procedimentos podem chegar a 18 meses de durabilidade. A manutenção adequada é o que faz o paciente manter os resultados por mais tempo”, acrescenta.

Último acesso: 18 Oct 2021 - 09:58:05 (1044024).