Empreendedorismo feminino: 7 dicas para quem tem filhos e quer abrir um negócio

Empreender não é fácil, mas é possível e é gratificante quando dá certo; as dicas são da empreendedora de sucesso Ana Carolyna Dellela

MANEQUIM Publicado sexta 9 abril, 2021

Empreender não é fácil, mas é possível e é gratificante quando dá certo; as dicas são da empreendedora de sucesso Ana Carolyna Dellela
Empreender e ser mãe: tem como? Ana Carolyna Dellela responde! - Freepik

A maternidade é um momento muito importante na vida de qualquer mulher, mas que demanda muito tempo e dedicação -- o que torna o mundo dos negócios desafiador para as mamães que querem e, claro, precisam trabalhar.

Em geral, metade das mulheres são demitidas dois anos depois de sair de licença maternidade, aponta um estudo da FGV e, contando com essa situação do mercado de trabalho, muitas mulheres passaram a enxergar o empreendedorismo como uma possibilidade de conseguir conciliar a nova rotina e manter os boletos em dia. 

Para quem está pensando em conduzir o próprio negócio, nós da Manquim pedimos algumas dicas de COMO FAZER ISSO para Ana Carolyna Dellela, mãe de 3 crianças. Ela, mesmo com a rotina da maternidade, conseguiu desbravar o mercado e fundar sua própria escola e metodologia de inglês. Hoje tornou-se a “teacher dos famosos” e nos conta como fez para conciliar tudo:

1) Você precisa se identificar com o que você faz

Você precisa se identificar e ter um propósito! Mergulhar dentro dessa área. O maior sonho de Ana Carolyna é poder levar o inglês para o maior número de pessoas no mundo e transformar a vida das pessoas que querem falar inglês. Saber o propósito do que você for fazer te ajudará a não desistir e a persistir.

2) Seja criativa! Não espere ter todos os recursos para começar

"Quando comecei, eu não tinha um lugar para dar aula. Quando consegui um lugar, eu não tinha dinheiro o suficiente para pagar a reforma, então conversei com os pedreiros e fizemos um acordo de o pagamento ser através de permutas. No final, eu ensinava inglês aos filhos dos pedreiros", conta a teacher dos famosos.

Todo começo é difícil. Você precisa ser criativa e ter jogo de cintura para ver possibilidade nas situações mais adversas.

3) Planejamento diminui as possíveis dores de cabeça

O planejamento é essencial, porque para planejar você precisa ter uma visão clara de como está a situação atual do seu plano, do seu negócio. A partir disso, você terá uma noção maior de quais são as suas possibilidades no momento, dentro das suas limitações.

Dica: Existe uma plataforma muito boa para organização chamada Trello. Considere utilizá-la.

4) Crie uma rede de apoio

Pasme! Você não vai conseguir dar conta de tudo sozinha, é necessário ter uma rede de apoio, pessoas com quem você possa contar. Por mais que você se organize e tente cuide de tudo, uma ajudinha extra é inevitável e MUITO bem vinda. Entrar em grupos com outras mulheres que também são mães e estão passando pelos mesmos desafios é uma das diversas maneiras de você criar uma rede de apoio!

5) Aprenda a lidar com pessoas

"Saber só a técnica não é suficiente, você precisa saber lidar com as pessoas", alerta Ana Carolyna.

No mercado existem muitas pessoas com técnicas incríveis, mas que não conseguem lidar com pessoas. É necessário saber sobre inteligência emocional e se comunicar bem. Lembre-se que você irá vender seus serviços/produtos para pessoas, então use a comunicação a favor.

6) Não romantize o empreendedorismo

Empreender não é fácil, existem diversos desafios. Você precisa estar preparada psicologicamente e ir com a visão realista. Você terá, sim, uma flexibilidade maior nos seus horários, porém é preciso ter cuidado e organização pois a falta disso poderá se tornar um pesadelo.

O planejamento financeiro também é necessário, pois o seu negócio poderá demorar um tempo para começar a dar lucro de fato.

7) Autocuidado é prioridade

Pense que você cuidará do seu negócio, dos filhos e da casa. Então, você também precisa se cuidar. Pois ao contrário você não terá forças para sustentar todos esses afazeres.

Separe aquele tempo que seu filho está dormindo, e tire uns minutos para você. Lembre-se da sua rede de apoio para pedir ajuda e conseguir fazer uma atividade de autocuidado sempre que necessário.

Não será uma tarefa fácil, porém continue batalhando por aquilo que faz seu coração bater mais forte. E não deixe o frio na barriga te parar no mundo do empreendedorismo.


 

Último acesso: 26 Jul 2021 - 01:40:19 (1044116).