Publicidade

Acne resistente? 7 dicas para você combatê-la e melhorar sua pele!

Especialistas reúnem as melhores dicas para quem sofre com aquela acne resistente que tarda a sumir; leia!

Acne resistente? 7 dicas para você combatê-la e melhorar sua pele!
Acne resistente? 7 dicas para você combatê-la e melhorar sua pele! – Shutterstock

A acne é uma condição cutânea comum. Embora possa ser facilmente tratada em muitos casos, algumas pessoas podem desenvolver uma forma mais grave e resistente da condição, conhecida como acne resistente.

Publicidade

Ela é caracterizada por lesões inflamatórias profundas e persistentes que, na maioria das vezes, não respondem aos tratamentos convencionais. Porém, muita coisa pode ser feita com o objetivo de tratar as lesões inflamatórias e potencializar o tratamento tópico.

Abaixo, consultamos especialistas para saber o que pode ser feito para tratar o problema. Veja!

Acne resistente? 7 dicas para você combatê-la e melhorar sua pele!

1. Procure um dermatologista

Uma das maiores preocupações dos pacientes que buscam o dermatologista para tratar a acne é com o surgimento de cicatrizes após o tratamento. E a melhor maneira de evitar isso é procurando um dermatologista o mais rápido possível.

Apenas ele poderá realizar uma avaliação e indicar o melhor tratamento, que é prescrito caso a caso. Em casos mais leves, por exemplo, podemos recomendar produtos com ativos que atuam na diminuição da acne, como o peróxido de benzoíla ou niacinamida”, explica a dermatologista Dra. Paola Pomerantzeff, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia

Publicidade

Ainda de acordo com a médica, para alguns pacientes, o dermatologista pode indicar remédios para resolver o problema. “Já em casos mais graves, podemos prescrever antibióticos de uso oral ou tópico ou medicamentos que agem diretamente na função da glândula sebácea, como a isotretinoína (o famoso Roacutan)”, afirma.

2. Utilize o ácido glicólico

O ácido glicólico é um alfa-hidroxiácido obtido a partir da cana de açúcar. Podemos utilizar esse ativo estrategicamente em sabonetes para controle da pele oleosa e da acne. “Ele tem ação esfoliante na pele, removendo células córneas; ele também estimula colágeno, reduz rugas, controla a oleosidade e clareia a pele.  É muito indicado para o tratamento da acne, pele oleosa e poros abertos, sendo assim muito bem recomendado para adolescentes nesta condição”, explica Ludmila Bonelli, cosmiatra, especialista em dermatocosmética e diretora científica da Be Belle.

3. Insira tônicos adstringentes na rotina

Além disso, a loção tônica adstringente é importante para ajudar a retirar a gordura em excesso da pele. As fórmulas que oferecem benefícios hidratantes são as mais indicadas.

Publicidade
4. Melhore a sua alimentação

O excesso de oleosidade na pele pode ser ligado à alimentação, o que pode ser notado em poucas horas ou ter um aumento gradativo de oleosidade que pode levar meses. “O perfil inflamatório no organismo é exacerbado pelo consumo excessivo de açúcares, o que pode desencadear ou agravar doenças inflamatórias na pele como dermatite, acne e psoríase”, então, explica a médica nutróloga Dra. Marcella Garcez, diretora e professora da Associação Brasileira de Nutrologia (ABRAN).

De acordo com a médica, quando consumidos em excesso, alguns alimentos “desequilibram o organismo, aumentando o perfil inflamatório – também da pele –, o que geralmente resulta em maior estímulo das glândulas sebáceas”. Por isso, deve-se evitar:

  • Gorduras não saudáveis presentes em alimentos ultraprocessados;
  • Gorduras vegetais modificadas;
  • Gorduras saturadas de origem animal;
  • Frituras de imersão;
  • Alimentos pró-inflamatórios como açúcares em geral, doces em excesso, farinhas brancas e refinadas;
  • Ingredientes alergênicos como os corantes, aromatizantes e conservantes artificiais.
5. Pratique exercícios físicos

Além de diversos benefícios para a pele, como estímulo de colágeno, aumento da oxigenação e nutrição celular, a atividade física também reduz os níveis de cortisol, o chamado hormônio do estresse. “Modular o estresse é fundamental para evitar a liberação de mensageiros pró-inflamatórios na pele”, então, explica a dermatologista.

Publicidade
6. Renove a pele com HydraFacial

O procedimento de hidrodermoabrasão do HydraFacial é capaz de limpar os poros sem machucar, portanto, ajudando a tratar a acne em sessões de 30 minutos. “HydraFacial é um procedimento que consiste em melhorar a aparência da pele ao mesmo tempo em que promove manutenção da saúde do tecido cutâneo; é uma experiência única realizada em (pelo menos) 30 minutos, com (pelo menos) 3 etapas, suficientes para conferir a melhor pele da sua vida”, conta a dermatologista Dra. Mônica Aribi, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia.

7. Não esprema as espinhas

Por fim, as especialistas ressaltam que nunca, em hipótese alguma, deve-se espremer espinhas. “Espremer as espinhas é um dos principais motivos para o surgimento das cicatrizes”, finaliza a Dra Paola.

Por Pedro da Holding

Publicidade

Siga a Manequim no app Helo e receba todas as notícias do site de forma rápida e fácil de ler!