Publicidade

Mãe de dois, Camilla Camargo retornou à rotina e, mais madura, mudou sua relação com a moda; EXCLUSIVA

Em entrevista exclusiva, a atriz Camilla Camargo fala da volta às atividades físicas e ao trabalho, autoestima, saúde, maternidade real e também sobre a mudança da sua relação com a moda ao longo do tempo

Camilla Camargo divide desafios de volta à rotina agora como mãe de dois!
Camilla Camargo divide desafios de volta à rotina agora como mãe de dois – Instagram/ @camilla_camargo

Com carreira consolidada nos palcos, contabilizando mais de 20 peças, entre elas o sucesso “Zorro, O Musical”, protagonizado por Jarbas Homem de Melo e co-protagonizado por ela, Camilla Camargo não romantiza a falta de tempo na maternidade, embora faça questão de destacar que ser mãe dos pequenos Joaquim (2 anos) e Julia (1 ano) foi a maior realização da sua vida.

Publicidade

Ela, que antes da gravidez era “crossfiteira” de mão cheia e sempre dividiu uma rotina de exercícios com seus quase 2 milhões de seguidores, vinha se deparando com dificuldades em retomar sua rotina pessoal na correria com os dois bebês, mas isso tem mudado e fomos entender como a artista tem feito para administrar a carreira, família e, ao mesmo tempo, sua individualidade.

CARREIRA, MATERNIDADE E YOUTUBE: CAMILLA CAMARGO ABRE O CORAÇÃO SOBRE SUA ROTINA

Apaixonada pelas Artes Cênicas, Camilla tem matado um pouco da saudade de viver personagens revendo cena ou outra da reprise de “Carinha de Anjo”, novela do SBT em que interpretou Diana, e que está no top 10 entre as produções mais assistidas da Netflix Brasil e Portugal! O público maior de idade também tem trabalho seu para conferir: no drama “Travessia”, Camilla atuou ao lado de Chico Diaz e Caio Castro, disponível na Amazon Prime Video.

Não fugindo da regra dos artistas afetados no período pandêmico, a atriz teve trabalho cancelado por conta da explosão de casos de covid-19, mas usou desse período em casa, o que ela ressalta ter sido um privilégio, dando vida a um projeto antigo: Um canal no Youtube que hoje ultrapassa 3 milhões de visualizações.

Publicidade

Na entrevista exclusiva para a Manequim, Camilla falou de assuntos diversos, passando desde a mudança da sua relação com a Modal até o quanto é importante a sororidade e acolhimento para diminuir o sentimento de culpa e autocobrança de todas nós mulheres, e especialmente mães.

Mãe de dois, Camilla Camargo divide desafios de volta à rotina

1) Camilla, antes de mais nada, obrigada pela entrevista! Gostaria de começar perguntando sobre os desafios de voltar a, em alguns momentos, nos priorizar depois que nos acostumamos a viver pelos filhos. Fica um sentimento de culpa ao tirar esses tempinhos para você?

Primeiramente, eu que agradeço, pois é um prazer falar com vocês. Acho que voltar a nos dar atenção faz parte de um processo na maternidade, e tem que ser gradual e conforme a necessidade de cada mãe. A culpa nasce assim que nasce o bebê rs e temos que aprender a lidar com isso da forma mais saudável possível, sem deixar que nos bloqueie ou nos maltrate. A maternidade é uma eterna aprendizagem e a gente vai conseguindo administrar as coisas com o tempo e aos poucos.

Publicidade

2) Tenho acompanhado nas redes que você voltou a frequentar a academia e essa é uma atividade que, por conta da correria, muitas mães postergam. Como você soube que era momento de voltar, foi difícil nos primeiros dias ou causou um sentimento de satisfação e missão cumprida? O que você diria para as mães precisando de um incentivo?

Eu voltei em tempos diferentes com a Julia e com o Joaquim, pois eles têm demandas diferentes e eu estava vivendo momentos diferentes. A pandemia também fez eu postergar essa volta. Com o Joaquim acabei optando por treinar em casa, tem até um vídeo no meu canal do YouTube em que mostro como treinava, já com a Julia só agora que voltei a treinar e fui direto para a academia, pois consegui me organizar melhor. O importante é que eu esperei meu tempo e sem noia para que meu corpo voltasse a ser o mesmo de antes, até porque ele provavelmente não será, e está tudo bem assim.

Para as mães eu diria que eu sei que não é fácil, mas que ela escute seu corpo, respeite seu tempo e volte entendendo que mais do que estética, é saúde, até porque quando fazemos uma atividade física isso libera serotonina que ajuda no nosso humor, nos ajudando a manter o equilíbrio no dia a dia.

Publicidade

3) Antes de voltar a malhar você já vinha tentando fazer treinos em casa, como foi esse período e como funcionava? Sente que foi um primeiro passo para voltar à rotina mais próxima do que era antes?

Eu fiz isso mais com o Joaquim porque era um jeito de não ficar parada, e também com a pandemia não dava para ir para a academia. Em casa usava o peso do corpo e elásticos. Além de ter uma bike de spinning, que ajudou muito!

CARREIRA E MATERNIDADE: COMO VOLTAR AO TRABALHO?

4) Li em algumas entrevistas que você tem a vontade de retomar os trabalhos como atriz esse ano. Como você enxerga esse processo e que dica daria pras mães que precisam voltar às suas atividades e estão com o coração apertado?

Sinceramente, acredito que não tem como não ficar com o coração apertado, mas vejo como um processo necessário até para que os filhos saibam da importância de trabalhar, ir atrás dos seus desejos, sonhos, conquistar o que se almeja. Não é fácil e nunca será, eu acho.

5) Falando um pouco sobre moda, qual é a sua relação com o tema? E ela mudou com o tempo?

Adoro moda, mas uso ao meu favor e não sou escrava dela não, não uso algo por ser tendência, uso se gostar e achar que é minha cara. Hoje em dia uso muito mais algo que me deixa bem e confortável, antes pensava menos assim, olhava mais puramente a estética do que o conforto, e hoje é mais conforto do que estética.

6) Como você definiria seu próprio estilo? Acompanha as tendências? O que você usava no passado e que hoje você não gosta, tem alguma coisa?

Olha, eu sou bastante eclética! Você pode me ver com um look rock’n’roll e em outro dia com uma pegada romântica, com um vestido floral… Tem dias que estou com mistura de estampas, algo que é controverso (rs) e, em outros, gosto de uma pegada super clássica… Não me limito a apenas seguir uma linha de estilo e sou assim para muitas outras coisas, vivo conforme aquele dia e como estou me sentindo.

Sobre o que usava antes e agora não tanto… Antes usava saltos muito altos, hoje isso é impossível pra mim em grande parte das vezes, por conta das crianças. Tem sapato meu que coloco e não sei mais andar com ele! rs

7) Qual peça é indispensável no seu guarda-roupa? Por quê?

Short jeans e camiseta básica lisa, porque são confiáveis, não saem de moda e possibilitam muitas versões e ocasiões, inclusive apenas mudando apenas o sapato… De um tênis pra bota baixa, por exemplo, permitindo a incorporação de acessórios diferentes que já mudam o look, etc.

8) Quais são as pessoas que te inspiram em questão de estilo?

Mariah Bernardes, Chiara Ferragni, Silvia Braz, Maria Rudge, Paula Magalhães…