moda   / Etiqueta Real

Você sabia? 7 regras de moda que a realeza britânica precisa seguir

Códigos de vestimenta ditam a moda na família real

MANEQUIM Publicado quarta 9 junho, 2021

Códigos de vestimenta ditam a moda na família real
Confira códigos de vestimenta seguidos pela família real britânica - Ben A. Pruchnie/Getty Images

Quando se trata da família real britânica, cada detalhe dos looks usados em eventos, celebrações e aparições externas é analisado e logo se torna tendência. Mas você sabia que cada peça que compõe a produção dos membros da realeza é pensada com muito cuidado e segue - quase - sempre à risca um código de vestimenta real britânica?

+++ Realeza britânica: 5 vestidos acima de 100 mil reais usados por Meghan Markle e Kate Middleton

Fique por dentro de algumas dessas regras: 

ESMALTES COLORIDOS, NEM PENSAR
Para a família real, quanto mais clean, melhor! E é por essa razão que os esmaltes coloridos nunca são vistos nas unhas das duquesas - e nem da própria rainha Elizabeth que, inclusive, utiliza desde 1989 a mesma cor em suas unhas: “Ballet Slippers”, um rosa quase transparente da marca Essie. Segundo o tabloide OK Magazine, o motivo dessa regra é que tanto esmaltes coloridos quanto unhas postiças são considerados “vulgares” na realeza.

 

 

TIARAS & CHAPÉUS
Se tem algo que sempre chama a atenção do público em eventos que contam com a presença da realeza, são os chapéus e tiaras. O chapéu, segundo o código de vestimenta real britânico, é um acessório obrigatório às mulheres da realeza em eventos formais ou ocasiões especiais. Após às 18h, não podem mais ser utilizados, entrando em cena as tiaras - usadas apenas por mulheres casadas, em eventos formais.

+++ Vestido de casamento da Princesa Diana agora poderá ser visto em exposição
 

 

CORES VIBRANTES PARA A RAINHA
Como destacar uma pessoa importante em meio à multidão? As cores vibrantes escolhidas para os looks da Rainha, além de representarem sua personalidade, também chamam a atenção - seja dos súditos que desejam vê-la, ou dos seus próprios seguranças.  

 

 

CASUALIDADE NA REALEZA
O jeans não é sinônimo de casualidade, quando se trata da família real. Apesar de não ser uma peça proibida, é mais indicado às mulheres que utilizem vestidos ou calças com jaquetas, enquanto os homens se vistem com calças de algodão e camisa de gola - acompanhadas por um blazer.

+++ Kate Middleton recicla camisa usada no seu ensaio de noivado há mais de 10 anos
 

 

É PROIBIDO ROUPAS DE PELE
Foi no século 12 que o rei Eduardo III proibiu a família real de utilizar casacos - ou outras peças - feitas com pele animal. A regra já foi quebrada algumas vezes - em especial pela duquesa Kate Middleton e pela Princesa Anne. Meghan Markle nunca foi vista vestindo roupas de origem animal, sendo defensora do veganismo da moda. Já a rainha Elizabeth, em 2020, decidiu não utilizar mais pele de animais em suas roupas.
 


CÓDIGO DE VESTIMENTA INFANTIL
Independente do clima, o príncipe George sempre está de bermuda. Isso porque, até os 8 anos de idade, meninos devem vestir somente shorts ou bermudas, e meninas apenas vestidos. Isso porque as calças compridas, quando utilizadas em crianças, são vistas como um look “classe média suburbana”; além de as calças serem destinadas aos homens já maduros.

+++ Tiara real italiana arrecada R$ 8,7 milhões em leilão na Suíça

 

DENTRO DA MALA, UMA PEÇA DE ROUPA PRETA
A regra diz que em todas as viagens oficiais ao exterior, é obrigatório que se leve uma peça de roupa preta, para caso haja a morte de alguém, a realeza possa prestar luto, vestindo roupas pretas em todos os momentos. Essa regra foi imposta durante uma viagem da rainha Elizabeth, onde foi noticiada, durante uma viagem, sobre a morte do seu pai. Sem sequer uma peça de roupa preta em sua mala, Elizabeth não tinha como descer as escadas do avião e comparecer ao velório com roupas comuns. Para que não ocorra mais momentos desconfortáveis como esse, em viagens, dentro da mala real sempre haverá uma peça de roupa preta.

 

Último acesso: 16 Jun 2021 - 00:58:23 (1044501).