saude   / A pele e o cabelo sofrem

Alerta Vermelho: cuidado com os banhos quentes nos dias mais frios

Dermatologista de nomes como Ana Hickmann, Izabel Goulart, Fiuk e Julia Konrad dá dicas para driblar os maus hábitos que adotamos no frio e que são prejudiciais para nossa pele

MANEQUIM Publicado terça 25 maio, 2021

Dermatologista de nomes como Ana Hickmann, Izabel Goulart, Fiuk e Julia Konrad dá dicas para driblar os maus hábitos que adotamos no frio e que são prejudiciais para nossa pele
Dermatologista esclarece cuidados que precisam ser tomados com os banhos nos dias frios - Freepik

O outono chegou e com o frio as pessoas tendem a tomar banhos mais quentes, não é mesmo? Mas apesar de relaxante, a água quente causa malefícios para nossa pele.

Segundo o dermatologista Amilton Macedo, que atua na área de medicina preventiva há mais de 28 anos, com o banho muito quente podem surgir doenças de pele, uma vez que a alta temperatura elimina os óleos naturais da derme, causando uma desidratação, que pode não só ressecar a pele como também danificar a sua superfície.

+++ Saiba como usar a meia-calça: a peça é coringa nos dias mais frios e pode fazer parte de looks maravilhosos

“O contato constante da água quente com o corpo remove a camada protetora da epiderme. Sem essa barreira protetora, a pele fica ressecada e com aspecto craquelado, propiciando o surgimento de coceiras e até mesmo alergias”, explica Amilton Macedo.

O tempo que ficamos expostos à água quente junto ao uso de sabonetes e esponjas, pode causar dermatites e favorecer o aparecimento de doenças, já que, com o desgaste da epiderme, é comum coçarmos mais a pele e isso pode desenvolver eczema e até infecções causadas por contaminação de bactérias, fungos e vírus.

“A recomendação é diminuir a temperatura do banho, deixando a água morna, reduzir o tempo de permanência no chuveiro em até 10 minutos e usar um hidratante logo após sair do chuveiro. Essas práticas evitam a desidratação da pele e permite que a camada protetora seja restaurada mais facilmente”, indica Dr, Amilton Macedo.

O CABELO TAMBÉM SOFRE...

A água quente também é prejudicial para o cabelo, pois acaba estimulando a glândula sebácea e isso faz com que ela produza mais oleosidade, desequilibrando toda a saúde do fio e do couro cabeludo. “O banho pode gerar ou agravar a dermatite seborreica, conhecida como caspa, pelo excesso de oleosidade decorrente da água quente. Então, maneire na temperatura e use shampoo convencional que, por sinal, não deve ser aplicado diretamente na cabeça".

Para finalizar, o Dr. Amilton Macedo explicou, brevemente, o porquê devemos evitar depositar o shampoo nas mãos antes de aplicar na cabeça.

+++ Adeus, roupas 'senhoris'! 3 dicas para mulheres acima de 60 anos ARRASAREM em qualquer produção

"O shampoo deve ser aplicado nas mãos e distribuído uniformemente na pele do couro cabeludo, para não concentrar o produto em somente uma área” .

 

Último acesso: 26 Jul 2021 - 02:09:01 (1044412).