saude   / ESCLARECIMENTO

Entenda o que é a cardiomioptia hipertrófica, doença do ator Rafael Cardoso

Médico responsável pela cirurgia do artista esclarece dúvidas sobre a condição

VIVA SAÚDE Publicado sexta 4 junho, 2021

Médico responsável pela cirurgia do artista esclarece dúvidas sobre a condição
Rafael Cardoso passa por cirurgia cardíaca - Instagram/ @rafaelcardoso9

Nesta semana, o ator Rafael Cardoso deixou muitos fãs preocupados ao passar por uma cirurgia por conta de um problema de saúde com o qual ele convive há algum tempo: a miocardiopatia hipertrófica congênita.

Nas redes sociais, o assunto ganhou grandes propoções e o artista surgiu em seu Instagram nesta quinta-feira, 3, para explicar o que, exatamente, ele precisou fazer.

A mensagem foi a seguinte: "Amigos, passei hoje por uma cirurgia para implantar um desfibrilador cardíaco. Tenho uma miocardiopatia hipertrófica congênita, com a qual convivi até agora sem problemas. No último mês descobri que essa condição levou a uma fibrose no músculo cardíaco que me põe no grupo de risco de morte súbita. É isso que o desfibrilador evita. Agradeço ao Dr. Fabrício Braga, que me diagnosticou, e ao cirurgião Dr. Eduardo Saad e equipe, que hoje implantaram o desfibrilador, e à equipe do Hospital Copa Star pelo cuidado e carinho. A cirurgia foi rápida, estou me sentindo muito bem e amanhã mesmo já volto para casa".

Mas, afinal, o que é a miocardiopatia hipertrófica congênita e como o implante de CDI ajuda o paciente?

O portal VIVA SAÚDE, parceiro da Manequim, conversou com o médico responsável pela cirurgia do ator e o especialista explicou tudo sobre a condição e também esclareceu QUANDO e como pode ocorrer a morte súbita pela doença.

CLIQUE AQUI e confira a matéria completa!

Último acesso: 05 Aug 2021 - 02:18:26 (1044486).